terça-feira, 6 de setembro de 2016

Diário Causa Operária Online: “Polícia Federal ataca os fundos de pensão: golpistas querem os sindicatos

6 DE SETEMBRO DE 2016

A polícia federal deflagrou na manhã dessa segunda-feira, 5 de setembro, uma megaoperação de investigação de crimes envolvendo desvios de dinheiro dos fundos de pensão. Ao todo, a Operação denominada de “Greenfield”, atinge oito estados além do Distrito Federal. São quase 600 policiais envolvidos e 127 mandatos judiciais expedidos pela justiça.

Somente em São Paulo são 44 mandatos de busca e apreensão, 17 de condução coercitiva e 1 de prisão temporária.

A operação faz parte da campanha impulsionada pelos golpistas contra os fundos de pensão das empresas públicas, como os Correios e a Caixa Econômica Federal. Utilizando do já manjado discurso da luta contra a corrupção, os golpistas pretendem fazer uma verdadeira caçada nacional para impor seus interesses, ou seja, entregar a riqueza dos fundos de pensão para um punhado de parasitas capitalistas.

A necessidade de atacar os fundos de pensão por parte dos golpistas tem a ver com fato dessas empresas não estarem totalmente sob o controle dos próprios capitalistas, em seus conselhos administrativos podem participar representantes dos trabalhadores e sindicalistas.

Nesse sentido, o alvo principal da Operação golpista contra os fundos de pensão são os sindicatos. Já tramitam no Congresso Nacional uma série de leis que pretendem impedir a participação de sindicalistas e pessoas ligadas a partidos nos conselhos administrativos do fundo de pensão. Os golpistas defendem que os conselhos devem ser administrados por pessoas “independentes”, “técnicos”, os quais  na realidade não passam de pessoas ligadas aos acionistas e capitalistas internacionais.

Para poder privatizar e entregar o dinheiro dos trabalhadores para a burguesia, os golpistas, junto a imprensa golpista, precisam atacar os sindicalistas e os próprios sindicatos. A campanha contra os fundos de pensão, abre uma breja para os golpistas intervirem nos sindicatos e acabarem com a organização dos trabalhadores. Tudo com uma base supostamente “legal” para encobrir as verdadeiras intenções da direita de destruir a organização operária.

A destruição dos sindicatos é uma das principais finalidades de um golpe de Estado. Nesse sentido é necessário intensificar a mobilização da classe trabalhadora contra o golpe, em defesa de seus direitos e suas organizações.”

A Tendência Marxista-Leninista publica esse importante e excelente artigo do Diário Causa Operária Online, dos camaradas do Partido da Causa Operária (PCO), ressaltando que os banqueiros golpistas avançarão sobre todos os “Fundos”  bilionários de forma de rapina, como o Fundo de Garantia de Tempo de Serviço (FGTS), os recursos da previdência, aliás como já fizeram com as reservas bilionárias do Brasil, “aumentando” o déficit público de 90 bilhões para 140 bilhões reais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário