domingo, 30 de agosto de 2015

Ocupar a Mercedes contra as demissões

Os trabalhadores da Mercedes estão de greve desde segunda-feira, dia 24 de agosto, em razão da demissão de 1.500 companheiros.

No dia 26, 10.000 operários fizeram manifestação na manhã na via Anchieta.

Foram demitidos lesionados com garantia de emprego, estabilidade, sendo que a direção do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC está com ilusão com relação ao Programa de Proteção do Emprego  (PPE), porque, segundo dizem os dirigentes sindicais, na Alemanha há um programa semelhante que ajudou à manutenção dos empregos, com a redução dos salários, sendo que o país germânico está se recuperando e saindo da crise antes que os demais países da Europa.

O movimento pela formação de um tendência socialista operária revolucionária do PT discorda de tal posição, entendendo que é uma ilusão muito grande para se dizer o mínimo. Em primeiro lugar, a Alemanha não é o Brasil. A Alemanha é um país capitalista avançado e imperialista (país que oprime outras nações), que juntamente com a França, domina a União Europeia, aliada dos Estados Unidos e flerta com os Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul). Além, essa política do PPE derrota uma das principais bandeiras da classe trabalhadora, ou seja, a redução da jornada de trabalho, sem redução de salário; a qual se combina com a escala móvel de salários, o aumento do salário de acordo com a inflação.

Os operários da Mercedes devem aproveitar a greve para fazer uma assembleia e ocupar a fábrica.

“As greves, com ocupação de fábricas, escapam aos limites do regime capitalista normal. Independentemente das reivindicações dos grevistas, a ocupação temporária das empresas golpeia no cerne a propriedade capitalista. Toda greve com ocupação coloca na prática a questão de saber quem é o dono da fábrica: o capitalista ou os operários.” (Leon Trotsky).

Os metalúrgicos do ABC devem exigir da diretoria do Sindicato a convocação de uma Assembleia para deliberar a respeito da luta em solidariedade aos companheiros da Mercedes.

- Pela convocação da Assembleia Geral do Sindicado dos Metalúrgicos do ABC!
- Pela ocupação da fábrica da Mercedes-Benz!
- Todo apoio e toda solidariedade à luta dos operários da Mercedes!
- Organizar a greve geral!

Erwin Wolf

Nenhum comentário:

Postar um comentário