quarta-feira, 28 de outubro de 2015

Grito pela Escola Pública, quinta-feira, dia 29/10, na av. Paulista

O Movimento pela formação de uma Tendência Marxista-Leninista no PT publica abaixo, parte de um artio do Diário Causa Operária, do PCO, convocando para o grande ato do Grito pela Escola Pública, contra a política do PSDB paulista para a educação de fechamento de escolas.

“Sair às ruas

As audiências evidenciam que a ofensiva tucana que vem provocando uma enorme revolta entre estudantes, professores, pais e funcionários, só pode ser detida por meio de uma ampla mobilização e – de modo algum – por meio de articulações no covil tucano que é a ALESP.

Depois de centenas de manifestações contra o fechamento de escolas, nesta quinta, dia 29, a partir das 17h, está convocado uma grande ato, o “Grito pela Escola Pública” na Avenida Paulista, convocado por entidades estudantis, sindicais e populares, tendo à frente o Sindicato dos Professores (APEOESP) que às 15h realiza assembleia da categoria no vão do MASP.

Contra a politica da direita de destruir o ensino público é preciso – mais do que nunca – ganhar as ruas, aprovar um plano de mobilização que inclua uma greve geral contra a “reorganização” e em defesa das demais reivindicações da comunidade escolar e a ocupação das escolas e outros prédios públicos contra o fechamento de escolas e as demissões.

Nesta quinta 29, todos às ruas com os professores e estudantes.

Fechar Escola é crime! Não ã reorganização. Fora Alckmin, inimigo da Educação e da população.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário