terça-feira, 1 de dezembro de 2015

O monstro imperialista francês agora ataca em casa

O imperialismo francês decadente, governado pelo facínora François Hollande, realizou ontem, dia 30 de novembro, a prisão de 300 ativistas que protestavam, na Praça da República, durante a abertura da Conferência do Clima, a COP21, onde com certeza os líderes dos países imperialistas, como Estados Unidos, Inglaterra, França, Japão, China, Rússia, etc., pouco estão se lixando com a questão ecológica e ambiental, pois cotidianamente despejam milhões de bombas no Planeta, nos países coloniais e semi-coloniais, destruindo a natureza. Quando não destroem com bombas, o fazem com a exploração capitalista absurda como no caso da Samarco (Vale + BHP Billiton), em Minas Gerais, no Brasil, quando matam um rio imenso como o Rio Doce.

Foram detidos os militantes do Novo Partido Anticapitalista (em francês: Nouveau Parti Anticapitaliste)  e de organizações trotskistas.

Assim, o imperialismo francês além de atacar no Oriente Médio e no Norte da África, como na Líbia, na Síria, no Mali, etc, sempre em parceria com o imperialismo norte-americano e o britânico, agora voltou a atacar em casa também, com o estado de emergência, onde suprimiu as liberdades democráticas e os direitos civis do proletariado francês e dos imigrantes.

- Abaixo estado de emergência!

- Liberdade imediata aos presos políticos!

Erwin Wolf

Nenhum comentário:

Postar um comentário