sexta-feira, 18 de dezembro de 2015

O movimento operário no ABC paulista contado por seus autores

Hoje, sexta-feira, dia 18 de dezembro, às 14 horas, no Teatro Municipal de Santo André, houve o lançamento do livro “O MOVIMENTO OPERÁRIO NO ABC PAULISTA CONTADO POR SEUS AUTORES”, editado pelo Instituto Centro de Memória & Atualidades – IMA, com 304 páginas de depoimentos dos operários protagonistas da luta contra a ditadura militar.

O lançamento foi um sucesso, tendo lotado o Teatro.

Estiveram presentes os autores, inclusive o ex-prefeito de Santo André, João Avamileno.

Estiveram presentes também o atual prefeito de Santo André, Carlos Grana, e o ex-deputado estadual Adriano Diogo, Neto, líder da Oposição Metalúrgica de São Paulo ao pelego Joaquinzão, João Neto, ex-advogado do Sindicato dos Rodoviários do ABC (uma das primeiras vitórias das oposições sindicais contra os pelegos da ditadura), dentre outros.

Foi distribuído um Jornal estampando na capa “A aliança empresarial-militar contra os trabalhadores: O caso Volkswagen”, colocando a necessidade de “Reparar já!”, denunciando a colaboração e o financiamento da montadora alemã dos órgãos de repressão. A repressão recebia dinheiro do Estado brasileiro e dos capitalistas nacionais e estrangeiros.

O evento teve discursos dos operários protagonistas , em sua maioria militantes do Partido Comunista brasileiro (PCB), da Ação Popular Marxista-leninista (APML) e padres da Igreja Católica, e dentre eles o último a falar foi um operário comunista que perdeu quatro de seus irmãos assassinados pela Operação Bandeirantes, pelo Doi-Codi. No final, os estudantes secundaristas, que ocupam escolas no ABC, contra a "reorganização escolar" de Geraldo Alckmin, saudaram os operários que combateram a ditadura militar. Um belo encontro de gerações! 

Estava à venda a obra anterior do Centro de Memória do Grande ABC, “PARA QUE NUNCA MAIS”, com o subtítulo, “AS DITADURAS NO CONE SUL 50 ANOS DEPOIS”, referente ao Seminário Internacional do Cone Sul, realizado no ano passado.

A classe operária do ABC paulista cotidianamente faz um esforço no sentido de preservar a sua memória e elaborar sua literatura. Recentemente, ainda em junho, houve o lançamento do livro Contos de Trabalho, de 147 páginas, em edição bilíngue (português/francês) do nosso amigo e camarada, o operário e escritor Cauê Borges, na Livraria Leitura, em nossa querida São Bernardo do Campo. A tradução é de Luciano Loprete.  Tal lançamento foi bastante concorrido, contando com a presença de muitos amantes da leitura.

Por outro lado, o lançamento de hoje, do Instituto Centro de Memória & Atualidades, demonstra o seu trabalho para preservar a memória da luta da classe operária do ABC paulista, estando o mesmo de parabéns pelo seu sucesso.

Erwin Wolf

Nenhum comentário:

Postar um comentário