sexta-feira, 13 de maio de 2016

Ditadura Temer, as mulheres, os negros, os homossexuais e os pobres

Muitos analistas políticos demonstraram uma surpresa com o gabinete do golpe, todavia de forma ingênua.

Os golpistas são contra até o ingresso das mulheres no mercado de trabalho.

Cotidianamente matam, em seus estados de origem, a população adolescente, pobre e negra das periferias da cidade e do campo, promovendo um verdadeiro genocídio.

Quase todo dia espancam e matam homossexuais.

E deram o golpe para acabar com os direitos dos trabalhadores.

Como imaginar que no ministério da ditadura Temer houvesse algum representante dessas vítimas?

Aparecida Garibaldi 

Nenhum comentário:

Postar um comentário