domingo, 27 de setembro de 2015

Faleceu Pablo Rieznik

O movimento pró-formação de uma Tendência Marxista-Leninista do PT (antiga Tendência Socialista Operária), acabou de ficar sabendo da morte de Pablo Rieznik, dirigente do Partido Obrero (PO) argentino, no último dia 17 de setembro, dois dias após completar 66 anos.

Ficamos sabendo de forma indireta, em razão de homenagem da Tendência Piquetera Revolucionária (TPR) argentina a Pablo Rieznik.

Pablo era economista formado pela PUC de São Paulo, tendo se exilado aqui, em razão ter sido sequestrado pela ditadura de Jorge Rafael Videla, quando militava no movimento estudantil argentino.Foi professor da PCU/SP e na Argentina.

No Brasil, Pablo foi membro do Comitê Central e da Executiva da Organização Quarta Internacional (OQI), que editava o Jornal Causa Operária. Nessa época, ele dirigia também o Comitê Regional de São Paulo, do qual participava o nosso camarada João Neto. A OQI posteriormente fundou o Partido da Causa Operária (PCO).

Apesar das diferenças programáticas que a Tendência Marxista-Leninista (TML) do PT possui com relação à direção Partido Obrero da argentina, em razão de sua atual orientação eleitoreira e social-democrata da política de Frente de Izquierda, divulgada  em seu jornal Prensa Obrera (“Llevemos a la izquierda al Congresso”), expressamos os nossos sentimentos à família e aos militantes do Partido Obrero e da Tendência Piquetera Revolucionária.

Erwin Wolf

Nenhum comentário:

Postar um comentário