segunda-feira, 18 de abril de 2016

Pelo fim dos assassinatos, das prisões e das torturas cometidas pelos golpistas

A Polícia Militar do Paraná fez uma emboscada e massacrou mais de 20 sem-terras, militantes do MST, matando 2 e ferindo os demais.

O massacre foi promovido a mando da empresa Araupel, de reflorestamento e beneficiamento de madeira, que fica no sudoeste do Paraná, no município de Quedas do Iguaçu.

Assim, depois de recentemente massacrar os professores, onde centenas ficaram gravemente feridos, agora massacram os sem-terras.

Além disso, outro dia houve o assassinato do presidente do PT da cidade de Mogeiro, Ivanildo Francisco da Silva.

Ainda, militantes do PT foram presos em Belo Horizonte e em Governador Valadares, em Minas Gerais, sendo certo que essas prisões têm o objetivo de torturar as pessoas, visando “confissões” e  “delações premiadas”, como é feito na Nova Guantánamo, a cidade de Curitiba, "República do Paraná".

Há necessidade que o movimento de massas em geral, sobretudo os operários e os camponeses formem comitês de autodefesa e de luta contra o golpe da burguesia entreguista e pró-imperialista, como a do Paraná, liderada pelo governo do PSDB de Beto Richa e do juiz Sérgio Moro, que transformaram Curitiba numa Nova Guantánamo. 

- Pelas liberdades democráticas!

- Pelo fim das prisões!

- Pelo fim da tortura!

- Liberdade para os presos políticos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário