domingo, 3 de abril de 2016

Tendência Marxista-Leninista manifesta total solidariedade a Guilherme Boulos

O Movimento pró-formação de uma Tendência Marxista-Leninista no Partido dos Trabalhadores vem a público prestar total solidariedade ao companheiro Guilherme Boulos e ao Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), pela ampla liberdade de manifestação e expressão, colocando-se contra qualquer tentativa de criminalização dos movimentos populares e sociais, pelos setores golpistas pró-imperialistas, que apoiam os interesses dos Estados Unidos, da CIA, da petroleira Chevron, como os partidos da burguesia pró-imperialista, como PSDB, DEM, etc., o monopólio da mídia, como Rede Globo, Rede Bandeirantes, Folha de S. Paulo, Estadão, Febraban, Fiesp, Firjan, judiciário, ministério público, polícia federal que no passado apoiaram a ditadura militar e estiveram envolvidos na repressão e tortura ao povo brasileiro.


“Caros/as companheiros/as,

Na medida em que as mobilizações em defesa da democracia e dos direitos sociais têm se intensificado nas últimas semanas vem a reação da direita.

Ontem, o deputado José Carlos Aleluia entrou com uma representação na Procuradoria da República pedindo minha prisão por "incitação ao crime" e "formação de milícia privada". Referiu-se a uma declaração que dei de que o país pegaria fogo com greves e ocupações de fossem adiante com os ataques.

Hoje, o PSDB entrou com uma segunda representação por "incitação ao crime" por ter feito uma fala quarta no palácio do Planalto (lançamento do Minha Casa 3) dizendo que haverá resistência.

É uma ofensiva no sentido da criminalização. 

A orientação dos advogados do movimento foi tentar dar a maior visibilidade possível e demonstrar reação (mesmo que pelas redes) para evitar alguma ação arbitrária, tal como prisão preventiva.

Peço então aos que possam que divulguem em suas redes sociais e ajudem a denunciar. Deve sair um manifesto de repúdio no início da semana. A Laura Carvalho está organizando.

Valeu!

Abraço,

Guilherme Boulos”

Nenhum comentário:

Postar um comentário